Carregando...
Selecione a confederação abaixo Fechar
Governança

Entidades Filiadas

São direitos de toda Entidade filiada:

I. organizar-se livremente, observando na elaboração de seus Estatutos e Regimentos, as Normas emanadas da CBW;

II. fazer-se representar na Assembleia Geral;

III. inscrever-se e participar dos campeonatos e torneios nacionais promovidos ou patrocinados pela CBW;

IV. disputar competições interestaduais ou internacionais amistosas com suas representações oficiais ou permitir que seus filiados o façam mediante a licença previamente concedida pela CBW, atendida as exigências legais;

V. recorrer das decisões do Presidente, da Diretoria ou de qualquer outro poder da CBW;

VI. tomar iniciativa que não colida com as leis superiores, no sentido de desenvolver o Wrestling brasileiro, aprimorar sua técnica, formar e aperfeiçoar técnicos, árbitros e auxiliares.

Art. 67 São deveres de toda Entidade filiada:

I. reconhecer a CBW como única dirigente do Wrestling nacional, respeitando, cumprindo e fazendo respeitar e cumprir pelas filiadas, suas normas, regulamentos, decisões e regras desportivas;

II. submeter seu Estatuto ao exame da CBW, bem como as reformas que nele proceder;

III. pagar, pontualmente, as mensalidades e taxas a que estiver obrigada, as multas que forem impostas e qualquer outro débito que tenha com a CBW, recolhendo aos cofres desta, nos prazos fixados, o valor de taxações estabelecidas nas leis e regulamentos em vigor;

IV. cobrar as multas impostas aos seus representantes, às suas filiadas e aos seus funcionários técnicos ou administrativos, bem como as percentagens devidas pelas competições internacionais ou interestaduais que promoverem ou forem promovidas pelas Entidades que lhe forem vinculadas, direta ou indiretamente e remeter à CBW o que foi arrecadado no prazo máximo de quinze dias.

V. fazer acompanhar as solicitações para as transferências de atletas, licenças para competições interestaduais ou internacionais das respectivas taxas;

VI. pedir licença à CBW para promover eventos internacionais ou interestaduais;

VII. pedir licença para se ausentar do país com o fim de participar de eventos internacionais;

VIII. estimular e orientar a construção de estádios, ginásios e instalações próprias de Wrestling;

IX. abster-se, salvo autorização especial, de relações desportivas, de qualquer natureza, com Entidades não filiadas, direta ou indiretamente, à CBW ou por esta não reconhecidas, cumprindo-lhes precipuamente:

a) não participar de eventos nessas condições;

b) não admitir que o façam as suas filiadas;

c) não permitir que os atletas inscritos tomem parte, sob qualquer pretexto ou fundamento, em eventos locais, interestaduais e internacionais.

X. fiscalizar a realização de eventos internacionais ou interestaduais, no território de sua jurisdição, dando ciência à CBW no prazo máximo de 72 (setenta e duas) horas, através de relatório detalhado de qualquer anormalidade verificada com a indicação dos responsáveis;

XI. promover, obrigatoriamente, campeonatos regionais de Wrestling, salvo motivo de alta relevância, julgado como tal pela CBW - Confederação Brasileira de Wrestling;

XII. enviar anualmente à CBW, até 30 de abril, o relatório de suas atividades no ano anterior, contendo os resultados técnicos de todos os eventos que promover, relação dos filiados e de filiações concedidas no período em referência;

XIII. comunicar dentro de 15 (quinze) dias a eliminação de atletas;

XIV. remeter anualmente à CBW os boletins e as fichas de registro de atletas inscritos;

XV. preencher, fazer preencher pelas suas filiadas e enviar à CBW, no prazo estabelecido, as fichas e formulários do cadastro, distribuídas pelas mesmas;

XVI. registrar os seus árbitros e técnicos na CBW;

XVII. prestar, no prazo de 15 (quinze) dias, as informações solicitadas para a transferência de atletas para outras Entidades, nacionais ou estrangeiras;

XVIII. atender, nas condições a seguir especificadas, as requisições de instalações para a prática do Wrestling feitas pela CBW:

a) mediante remuneração de 5% (cinco por cento) da renda bruta da competição realizada, caso a Federação, por outro qualquer motivo, não participe do produto desta renda;

b) não ocorrendo a hipótese prevista no item anterior, a cessão será graciosa, correndo por conta da CBW apenas as despesas feitas em consequência da competição e, se for o caso, as decorrentes de ajuste por ventura entabulados com os proprietários das praças cedidas.

XIX. atender, prontamente, à requisição ou convocação de atletas e de pessoal técnico para integrarem qualquer representação oficial da CBW;

XX. atender a todas as requisições de material destinado às competições oficiais da CBW;

XXI. justificar perante a CBW, uma vez requerida à inscrição, os motivos de alta relevância que impediram a participação em campeonato ou competição dirigida ou patrocinada pela mesma, a fim de ser julgada a sua procedência;

XXII. enviar à CBW, dentro de 15 (quinze) dias da sua realização, o resultado das competições estaduais, interestaduais ou internacionais que efetuar ou forem realizadas em território de sua jurisdição, por suas filiadas e parceiras;

XXIII. expedir Nota Oficial de seus atos administrativos;

XXIV. reconhecer na CBW autoridade única para editar regras oficiais de Wrestling no território brasileiro; A CBW autoriza, tão somente as Federações, a publicarem a regra oficial de Wrestling, desde que transcrevam na íntegra o texto da Federação Internacional, divulgada pela UWW.